VITÓRIAS PRA QUEM?

Existem vários tipos de vitórias. Aquela que serve a você e naturalmente pra você, mas também aquelas que você vence para os outros. Você passa a ser apenas um instrumento de ganho para outro ou outros. Esta pode ser comparada, a uma, que ficou bastante conhecida na antiga história – vitória de Pirro. Nela, o general Pirro venceu, mas ficou sem os louros da vitória pelo grande número de baixas no seu exército. Ao observar os saldos da batalha, Pirro teria dito: “outra vitória como esta e estamos acabados”. O episódio ficou conhecido como a “Vitória de Pirro”, termo que hoje é utilizado, para descrever uma vitória com efeitos prejudiciais ao vencedor.

Leia Mais »

CONVERSANDO SOBRE POLÍTICA

Festejamos o recebimento do ex-vereador e político reconhecido, Paulo Quadros. Uma visita ao Pero Vaz, que foi transformada em um proveitoso encontro de ideias e propostas sobre a movimentação política na região bragantina, no nordeste paraense. Demonstrou a sua aspiração para as próximas eleições municipais. No momento filiado ao Podemos, continua conversando e articulando.

Leia Mais »
Uncategorized
Pero Vaz de Caminha

EXPLORAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DE ORIGEM HÍDRICA

A Comissão de Meio Ambiente (CMA) realiza nesta quinta-feira (16), às 9h, audiência pública interativa sobre o projeto de lei que trata da compensação financeira à União, estados e municípios pela exploração de energia elétrica de origem hídrica.O PL 2.918/2021 prevê uma compensação com um novo método de cálculo, baseado na receita bruta total em vez da energia gerada no mês. Dessa forma, 6,25% seriam distribuídos entre órgãos administrativos da União, além de estados e municípios com instalações produtoras de eletricidade ou áreas inundadas por barragens. E mais 0,75% para o gerenciamento de recursos hídricos no Ministério do Meio Ambiente. As geradoras continuariam a excluir tributos e empréstimos da compensação, de acordo com o projeto apresentado pelo senador Luis Carlos Heinze (PP-RS).Fonte: Agência Senado

Leia Mais »
Uncategorized
Pero Vaz de Caminha

SERVIDOR PODE ACUMULAR APOSENTADORIAS DE CARGOS PÚBLICOS

Em caso envolvendo agente público com cargos constitucionalmente acumuláveis, a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal considera válida a acumulação de aposentadorias e pensões. Também o Estatuto dos Militares permite tal acúmulo para o militar que for empossado em cargo permanente de professor.Esse foi o entendimento aplicado pelo juiz Gabriel Consigliero Lessa, da Vara da Fazenda Pública Estadual de Anápolis (GO), para permitir a acumulação de proventos referentes às aposentadorias dos cargos de militar e docente por um professor universitário.Fonte : Conjur

Leia Mais »
Uncategorized
Pero Vaz de Caminha

Ex-ÁRBITRO DE FUTEBOL NA CPI DO SENADO

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado que investiga manipulação de resultados do futebol e fraudes de apostas esportivas terá nesta segunda-feira (13) uma sessão secreta para ouvir o ex-árbitro de futebol Glauber do Amaral Cunha.Há suspeitas de que o ex-árbitro tenha cobrado propina após interferência no resultado de um jogo do campeonato carioca. As suspeitas ganharam força com depoimento (também em sessão secreta) do dono do Botafogo, o empresário John Textor, em abril.Fonte : Agência Brasil

Leia Mais »
Uncategorized
Pero Vaz de Caminha

NEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS COM BANCOS

Os bancos começam a oferecer, a partir desta segunda-feira (13), uma alternativa para renegociação de dívidas bancárias de Microempreendedores Individuais (MEI) e micro e pequenas empresas que faturem até R$ 4,8 milhões anuais. Serão renegociadas dívidas não pagas até 23 de janeiro de 2024. Essa renegociação é importante para o pequeno empreendedor e o empreendedor individual possam obter recursos para manter as suas atividades.A ação faz parte do Programa Desenrola Pequenos Negócios, uma iniciativa do Ministério da Fazenda, Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte com o apoio da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Essa parcela atendida é a mesma que precisa de ajuda para renegociar as dívidas e obter recursos para manter as atividades.Fonte : Agência Brasil

Leia Mais »

PUBLICIDADE

“Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma”

 
Joseph Pulitzer

“com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil com ela mesma”

Joseph Pulitzer

Do you have a question?
OUTRAS NOTÍCIAS
Desenvolvido Por Belém Sistemas (91) 98079-5456